Precisão de cabras da peste.

Caravana da Cidadania Cultural
Comitiva do MinC vai a Currais Novos, no Sertão do Seridó, apresentar as ações do ministério
Ministro Juca Ferreira e secretários do MinC iniciam visita às cidades brasileiras, de pequeno e médio porte, para difundir as ações do  Ministério da Cultura e mobilizar a população

O ministro da Cultura, Juca ferreira, lançou na manhã dessa quinta-feira, 27 de agosto, na cidade de Currais Novos (RN), na região do Sertão do Seridó, a Caravana da Cidadania Cultural, ação que se insere no âmbito dos programas Mais Cultura e Cultura Viva e tem o objetivo de apurar as demandas culturais da população de pequenos e médios municípios brasileiros, além de fazer uma apresentação dos principais programas do ministério.

Inicialmente destinada a 18 municípios, selecionados pela força da cultura local, a Caravana irá percorrer 16 estados  no período de oito meses. É composta por secretários e assessores técnicos do Ministério da Cultura, que realizam debates com a população e oficinas de trabalho com gestores e produtores culturais, nas localidades visitadas.

Inspirada na poesia do poeta espanhol Antônio Machado, “Caminante, no hay camino; el camino se hace al caminar”, de que a caminhada se faz ao caminhar, a Caravana deixa um rastro de alegria e efervescência cultural por onde passa, com a realização de muitos shows e espetáculos de artistas locais.

Em seu discurso, o ministro destacou a importância do diálogo direto com artistas e produtores culturais das diferentes regiões do país, afirmando que “de Brasília muitas vezes não temos a exata dimensão da riqueza da cultura brasileira. É preciso viajar, entrar em contato com as demandas culturais, com as queixas dos agentes locais e ver o que podemos fazer para melhorar”.

Segundo o ministro, a Caravana tem também a importante missão de prestigiar a arte popular brasileira e estimular os artistas locais através da presença do governo federal em suas cidades, debatendo com eles temas relacionados à cultura .

As visitas dos dirigentes do MinC aos municípios brasileiros é parte de um grande esforço que o ministério vem fazendo para democratizar as políticas públicas na área, junto com outras ações estruturais, como a reformulação da Lei Rouanet. “Quando chegamos no Ministério da Cultura,  80% dos recursos da Pasta ficavam com apenas duas cidades brasileiras, Rio de Janeiro e São Paulo. Estamos modificando toda a legislação que rege a cultura no Brasil para valorizar a diversidade cultural, que é o nosso maior patrimônio”, destacou o ministro.

O ministro Juca Ferreira propôs aos produtores culturais da região que se organizem em um consórcio de municípios para serem atendidos em conjunto pelos  serviços e financiamentos do ministério. Ele sugeriu, também, a articulação das lideranças locais com parlamentares para a proposição de emendas ao orçamento do Governo Federal, com investimentos em Cultura.

Fonte e matéria completa: http://www.cultura.gov.br/site/2009/08/28/caravana-da-cidadania-cultural-2/

Anúncios

Vá ligeiro.

trofeuEstão abertas, até o dia 30 de setembro, as inscrições para o Prêmio Neurônio, que tem tem como principal objetivo estimular o aprimoramento criativo do mercado publicitário de Pernambuco, assim como valorizar e destacar os profissionais nele atuantes.

Para concorrer, as peças inscritas pelas agências devem ter sido veiculadas no Jornal do Commercio, Rádio Jornal, JC/CBN, TV Jornal e/ou JC Online no período de setembro de 2008 a agosto de 2009, e devem se enquadrar nas condições constantes de participação deste regulamento.

Premiados em 2008:
Ampla Comunicação; Ítalo Bianchi; Mais Comunicação; MMS Comunicação; Level Comunicação; Movie Comunicação; CA/AZ Comunicação e Nove Comunicação; e Môlins Comunicação. 

Fonte: http://jc2.uol.com.br/especiais/premioneuronio2009/index.php

Bora acabar com a doidice.

maoFundo da ONU firma acordo antirracismo no Brasil

UNIFEM, SEGIB e SEPPIR firmam cooperação para combate ao racismo no Brasil
Cooperação prevê o desenvolvimento de projetos para fortalecer as políticas públicas de  combate ao racismo e sexismo

O UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher) Brasil e Cone Sul,  a Segib (Secretaria Geral Íbero-americana) e a Seppir (Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) firmaram, cooperação entre as instituições na área de enfrentamento ao racismo. 

O  marco da cooperação prevê o desenvolvimento de projetos para fortalecer as políticas públicas de  combate ao racismo e sexismo, promovação da igualdade racial e de gênero e  proteção dos direitos de indivíduos e grupos raciais e étnicos afetados pela discriminação e demais formas de intolerância, com ênfase na população afrodescendente e índígena.

O documento será assinado pela representante do UNIFEM Brasil e Cone Sul, Rebecca Reichmann Tavares, o secretário-geral Íbero-americano, Enrique Inglesias, e o ministro da Seppir, Edson Santos.

Fonte: http://www.unifem.org.br/003/00301009.asp?ttCD_CHAVE=90762

Findou-se o desvalido.

encontro

Campina Grande sedia Encontro Nacional sobre HIV e aids 

Começa nesta terça-feira (18) em Campina Grande o III Encontro da Rede Nacional de Pessoas Vivendo e Convivendo com HIV e AIDS, a RNP+Brasil. Com o tema “Celebrando a Rede, Revendo as Conquistas e Reinventando o Ativismo”, o evento deve reunir cerca de 350 participantes entre convidados e pessoas vivendo com HIV/Aids, além de ativistas de Angola e países da América Latina.

As discussões do encontro focarão quatro eixos temáticos: fortalecimento e institucionalização; seguridade social, políticas públicas e controle social; direitos humanos; e políticas internacionais.

Mesas-redondas vão abordar cada eixo temático e, após as exposições, os participantes se reunirão em grupos de trabalho para debater cada um dos eixos. Além dos ativistas, devem participar dos debates representantes do Ministério da Saúde e das secretarias estadual e municipal de saúde. 

O evento é realizado pelo núcleo local da RNP+Brasil, a RNP+Campina Grande, com o apoio do Ministério da Saúde, UNESCO, UNFPA, governo do estado e prefeitura de Campina Grande.

RNP+BRASIL

A RNP+ Brasil (Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/ADS) surgiu em 1995 com um grupo de 10 pessoas vivendo com HIV/Aids, em uma reunião ocorrida em paralelo ao V Encontro Nacional de Pessoas Vivendo e Convivendo com HIV e AIDS.

Os encontros tinham como objetivo a aglutinação de pessoas soropositivas para o seu fortalecimento social em todo o território nacional e capacitação política e técnica para a atuação junto a governos e comunidades.

De lá para cá, surgiram vários núcleos da RNP+ em todo o país e vários Encontros ocorreram em níveis regional, estadual e municipal. Alguns desses núcleos se institucionalizaram juridicamente, outros continuaram a funcionar informalmente de modo independente ou sob a proteção de OSCs ligadas à temática. 

RNP+ CAMPINA GRANDE

Primeiro núcleo institucionalizado da Rede Nacional de Pessoas Vivendo e Convivendo com HIV/Aids, a RNP+Campina Grande foi fundada em 1999 e completa, esta semana, uma década de serviços prestados às pessoas que vivem com HIV/Aids na Paraíba. Ao longo de dez anos, a instituição se tornou referência no desenvolvimento de projetos que ajudaram a mudar a realidade da epidemia no estado.

Com 400 pessoas cadastradas, a RNP+CG tem como objetivo garantir a melhoria da qualidade de vida de quem vive e convive com a aids. São vários os projetos desenvolvidos com a participação de advogados, assistentes sociais, psicólogos e comunicadores. Um deles é o “Felicidadania”, que oferece apoio jurídico, social e psicológico a oitenta crianças e adolescentes que vivem com HIV/Aids, atuando na defesa dos direitos dos menores que vivem com a doença ou que são filhos de pais soropositivos.

Projetos

Além do “Felicidadania”, a Rede também desenvolve outros projetos de defesa dos direitos humanos, arte terapia, adesão ao tratamento e integração social. As atividades são realizadas na sede da instituição, adquirida com recursos doados pela Fundação Bill e Melinda Gates.
Com o projeto “Rede na Comunidade” , os profissionais da ONG realizam palestras de prevenção com estudantes, donas-de-casa e pessoas da terceira idade.
Outro exemplo bem sucedido, a Cooperativa Zona Verde emprega dez pessoas, entre soropositivos e seus familiares. Trata-se de um estacionamento rotativo que funciona nas principais ruas do centro de Campina Grande. Todos os funcionários da cooperativa trabalham com carteira assinada. Parte dos recursos arrecadados são destinados ao custeio de despesas da instituição.
A RNP+CG também administra a Casa de Apoio Célia Brechó, que oferece hospedagem e alimentação gratuitamente a pessoas de vários municípios paraibanos e de outros estados, que procuram os núcleos de saúde especializados no tratamento do HIV/Aids em Campina Grande.
A Casa de Apoio atende, em sua maioria, pessoas de baixa renda, que não teriam como seguir o tratamento caso precisassem pagar por hospedagem e alimentação. Por ano, são servidas 10.000 refeições na Casa de Apoio. No ano passado, foram mais de 1.500 atendimentos. O usuário também conta com atendimento social, psicológico e jurídico.

Fonte: http://www.unfpa.org.br/

Se é Vitalino, é mestre. Se é mestre, é Vitalino.

mestre-1_1249066398Exposição Mestre Vitalino
O Artesanato, a natureza, as questões sociais.

Vitalino Pereira dos Santos (1909-1963) foi um artesão que moldou no barro cenas e temas da sua vida de nordestino interiorano de Pernambuco como um cronista do seu tempo e lugar, tal qual um contador, ou mesmo um “modelador” de histórias e causos.

Para comemorar o centenário de seu nascimento, a programação do 2º semestre de 2009 da Biblioteca Belmonte faz uma homenagem ao Mestre Vitalino, oferecendo uma programação focada na produção plástica da cultura popular. As atividades e os assuntos terão diversos desdobramentos decorrentes e correlatos, envolvendo literatura oral, artes cênicas e música, concretizando-se em exposição de peças de cerâmica-figurativa, palestras, oficinas de artesanato, contação de histórias para crianças e apresentações de vídeo-documentários, de teatro de mamulengo e de grupo musical.

Exposição e apresentação de repentistas

 mestre-vitalino-2_1249320261Vitalino, o artesão-mestre de Caruaru
A exposição apresenta peças artesanais de barro do estilo de Mestre Vitalino, produzidas contemporaneamente por diversos figureiros da vila do Alto do Moura em Caruaru, Pernambuco, incluindo descendentes do próprio Mestre (filhos e netos), que continuam reproduzindo as suas criações. Algumas fotos, documentários em vídeo e publicações também serão disponibilizadas. A exposição revela também aspectos do ambiente e do imaginário do Mestre Vitalino e dos seus seguidores, trazendo facetas da cultura popular nordestina de ontem e de hoje.

Abertura sábado, dia 22 de agosto às 12h com apresentação dos repentistas Adão Fernandes e João Dotô, José Batista e Manuel Soares, Alceu José e Manuel

Serviço
Biblioteca Belmonte
Rua Paulo Eiró, 525
Santo Amaro – 04752-010
Tel: 11 5687-0408 e 11 5691-0433
Horário: De 2ª a 6ª das 8 às 17h e sáb. das 9 às 16h
Coordenadora: Ana Maria Villa do Conde Duckworth
bmbelmonte@yahoo.com.br

Fonte: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/bibliotecas/biblioteca_belmonte/programacao_cultural/index.php?p=4658

Eita abuletação danada de boa.

Kraft investe em fábrica no Nordeste
Companhia vai desembolsar R$ 100 milhões em unidade para produção de chocolates e sucos em Pernambuco
por Marianna Aragão
.

A multinacional de alimentos Kraft Foods anunciou ontem a construção de uma nova fábrica no Brasil, em um investimento de R$ 100 milhões, um dos maiores já realizados pela empresa no País. A unidade de Vitória de Santo Antão (PE) vai produzir chocolates e sucos em pó para atender os consumidores do Norte e, principalmente, Nordeste, onde as vendas da companhia crescem acima da média de outras regiões. “Queremos consolidar esse mercado, que vem mostrando crescimento bem maior que no restante do País”, afirma o diretor de assuntos corporativos da Kraft, Fabio Acerbi.

Ainda não foi definida a capacidade de produção da fábrica, que deve começar a operar em 2011. Com uma área de até 300 mil m², porém, a nova unidade será a segunda maior da Kraft no Brasil – a de Curitiba, onde também fica a sede, é a maior.

EMPREGOS

Segundo o protocolo de intenções assinado ontem com a prefeitura do município pernambucano, a nova fábrica vai gerar cerca de 600 empregos diretos. Com cinco fábricas em seis Estados, a Kraft emprega cerca de 7 mil funcionários no País. No ano passado, a operação brasileira faturou R$ 4 bilhões. Globalmente, as vendas foram de US$ 40 bilhões. Entre as marcas da companhia no Brasil estão os chocolates Lacta, Sonho de Valsa e Bis, biscoitos Nabisco e refrescos em pó Tang.

Fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090811/not_imp416677,0.php

Se oriente.

gripe_suina

INFLUENZA A (H1N1)

Influenza A (H1N1) é uma doença respiratória causada pelo vírus A. Devido a mutações no vírus e transmissão de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de secreções respiratórias de pessoas infectadas, o Ministério da Saúde traz um série de recomendações.

A ) Aos viajantes que se destinam às áreas afetadas:

• Usar máscaras cirúrgicas descartáveis durante toda a permanência em áreas afetadas. Substituir as máscaras sempre que necessário.

• Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.

• Evitar locais com aglomeração de pessoas.

• Evitar o contato direto com pessoas doentes.

• Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.

• Evitar tocar olhos, nariz ou boca.

• Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar.

• Em caso de adoecimento, procurar assistência médica e informar história de contato com doentes e roteiro de viagens recentes às áreas afetadas.

• Não usar medicamentos sem orientação médica.

B ) Aos viajantes procedentes de áreas afetadas:

Viajantes procedentes, nos últimos 10 dias, de áreas com casos confirmados de influenza A (H1N1) em humanos e que apresentem febre alta repentina, superior a 38ºC, acompanhada de tosse e/ou dores de cabeça, musculares e nas articulações, devem:

• Procurar assistência médica na unidade de saúde mais próxima.

• Informar ao profissional de saúde o seu roteiro de viagem.

Para informações adicionais sobre medidas preventivas estabelecidas pelas autoridades de saúde das áreas afetadas, acesse:

INFLUENZA A (H1N1)
Outras informações:
Organização Pan-americana de Saúde (em espanhol) http://new.paho.org/hq/index.php?lang=es
Organização Mundial da Saúde (em inglês) http://www.who.int/csr/disease/swineflu/en/index.html

Fonte: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/visualizar_texto.cfm?idtxt=31249&janela=1

Arriando a fivela.

CTN – Agenda de Shows

Sexta-feira, 07 de agosto,  a partir das 23h:

– Eduardo Costa
– Daiane e Tatiane
– Wedson dos Teclados

Sábado, 08 de agosto,  a partir das 22h:

– Wedson dos Teclados
– Banda Lente de Contato
– Karini
– Ruan & Ralf

Domingo, 09 de agosto,  a partir das 15h:

– João Vitor e Yasmin
– Amanda Cristina e Forró Liberdade Total
– Almir e Elias
– Daiane e Tatiane
– Ases do Forró

E ainda os 32 quiosques com barzinhos servindo Comida Típica do Nordeste.

Rua Jacofér, 615 – Bairro do Limão – São Paulo – SP
Informações: 11 3488 9447 / 3488 9410

http://www.ctn.org.br

Se oriente.

SPMSPM lança Prêmio de Boas Práticas e divulga balanço da Central de Atendimento à Mulher
O Ligue 180 registrou, de janeiro a junho deste ano, 161.774 atendimentos – um aumento de 32,36% em relação ao mesmo período de 2008

A Secretaria de Políticas Especiais para as Mulheres (SPM), lança, nesta quinta-feira (06/08), às 9h, em Brasília, o Prêmio Boas Práticas na Aplicação, Divulgação ou Implementação da Lei Maria da Penha. Na ocasião também será divulgado o balanço semestral da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180. O evento, que acontece no auditório da SPM, faz parte das comemorações do terceiro ano de sanção da Lei Maria da Penha (11.340/06) e será prestigiado pela farmacêutica Maria da Penha, que dá nome à lei que coíbe a violência doméstica e familiar contra a mulher, dentre outras autoridades.

Criado para  estimular a correta aplicação da legislação, o prêmio será concedido às pessoas físicas ou jurídicas indicadas por terceiros, cujos trabalhos ou ações merecem especial destaque no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher por meio da Lei Maria da Penha. São cinco as categorias disponíveis: Implantação de programas e políticas; Criação e implementação de serviços; idealização ou realização de campanhas; realização de estudos e pesquisas; e  realização de matérias jornalísticas. 

Regulamento – As indicações poderão ser feitas, a partir do próximo dia 7 de agosto, na página www.spmulheres.gov.br até o dia 8 de março de 2010 e os vencedores serão conhecidos em agosto do mesmo ano, durante o quarto aniversário da Lei Maria da Penha. Aos escolhidos serão concedidos diploma e trabalho artístico. Podem concorrer integrantes ou instituições do sistema de justiça, dos executivos estaduais ou municipais,  do sistema de segurança pública, da sociedade civil, de instituições acadêmicas, jornalistas e/ou órgãos de mídia.

Central de Atendimento à Mulher
A Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180 -, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, registrou, de janeiro a junho deste ano, 161.774 atendimentos – um aumento de 32,36% em relação ao mesmo período de 2008, quando houve 122.222 atendimentos. Em números absolutos, o estado de São Paulo é o líder do ranking nacional com um terço dos atendimentos (54.137), que é seguido pelo Rio de Janeiro, com 12,28% (19.867). Em terceiro lugar está Minas Gerais com 6,83% (11.056).  

Parte significativa do total de atendimentos (47,37%) deve-se à busca por informações sobre a Lei Maria da Penha que registrou, no primeiro semestre deste ano, 76.638 atendimentos contra 49.416, no primeiro semestre de 2008. O crescimento corresponde, de um semestre para o outro, a 55,09%.

Tipos de violência – Dos 17.231 relatos de violência, 93% são relacionados à violência doméstica e familiar, sendo que em 67% desse, os agressores são, na sua maioria, os próprios companheiros. Do total desses relatos, 9.283 foram de violência física; 5.734 violência psicológica; 1.446 violência moral; 256 de violência sexual; 54 de cárcere privad; 17 de tráfico de mulheres; e 60 outros. Na maioria das denúncias/relatos de violência registrados no Ligue 180, as usuárias do serviço declaram sofrer agressões diariamente (69,28%).

No primeiro semestre de 2009, houve 811 relatos de violência, classificadas como dano emocional ou diminuição da auto-estima. A categoria foi inserida no sistema a partir de março deste ano para dar visibilidade a uma demanda recorrente, que apesar de não estar tipificada no código penal como crime, está muito presente no discurso das mulheres que utilizam os serviços da Central.

Perfil – A maior parte das mulheres que entrou em contato com a central é negra (43,26%), tem entre 20 e 40 anos (66,97%), é casada (55,55%) e um terço delas cursou até o ensino médio.

Quando considerada a quantidade de atendimentos, relativa à população feminina de cada estado, o Distrito Federal é a unidade da federação que mais entrou em contato com a Central, com 242,1 atendimentos para cada 50 mil mulheres. Em segundo lugar está São Paulo com 129,6 e em terceiro, Espírito Santo, com 123,3.

Balanço da Central de Atendimento à Mulher por Região (clique na região desejada):
Região Centro Oeste
Região Nordeste

Região Norte

Região Sudeste

Região Sul

Fontes:
Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres/ASCOM:
. Gabriela do Vale 61 3411-4228
. Waleska Barbosa 61 3411-4229

http://www.presidencia.gov.br/estrutura_presidencia/sepm/

Vá ligeiro.

fiespPrograma de Formação de Mão de Obra de Costura Industrial (Gratuito)

Motivado pelo comprometimento da FIESP, com o desenvolvimento Industrial do setor, em PARCERIA com o Senai – SP, o COMTÊXTIL está empenhado em divulgar o “Programa de Formação de Mão de Obra de Costura Industrial” , totalmente gratuito, para capacitação de Profissionais para o mercado da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário.

Missão:
Ciesp/Fiesp/Senai amplia oferta de cursos Gratuitos em confecções: “O objetivo é suprir demanda de 40 mil profissionais nas áreas de costura, modelagem e corte”, adianta Elias Miguel Haddad, coordenador do Comtêxtil.

Em 2007, o Comtêxtil montou grupo de trabalho, integrado pelo Senai-SP, e implantou treinamento piloto no município de Itapetininga que resultou na capacitação de 150 costureiras. “O projeto está servindo de modelo agora para outras regiões do Estado”, sublinha o coordenador.

Acesse: Programa de Formação de Mão de Obra de Costura Industrial

Contato: Procurar a Escola SENAI mais próxima ou pelo telefone (011) 3146-7213 – com o Sr. Adelmo Belizário (SENAI)

Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário – COMTÊXTIL
Coordenação Geral:
Elias Miguel Haddad
Coordenação Adjunta: Heitor Alves Filho
Coordenação do Programa: Luiz Cavalcanti Pessoa
E-mail: comtextil@fiesp.org.br

Fonte: http://www.fiesp.com.br/comite/comtextil/projetos.aspx

« Older entries