Encostando a apragata.

Férias do blog.

Desejo a todos

Até 2010.

Beijo, abraço, aperto de mão e um cheiro.

Alê Almeida

Alumiando cá e acolá.

Parceria com o Festival Cine Cultura Viva leva a recente produção de curtas a cidades de todo o país

Nos dias 18, 19 e 20 de dezembro, espaços de exibição do Brasil inteiro estarão sintonizados na produção nacional recente de curta e curtíssima metragem. Um conjunto de 27 Cines da ação Cine Mais Cultura em todo o país, sendo um por estado e no Distrito Federal, exibirão conteúdo do I Festival Cine Cultura Viva, que acontece em Brasília, entre 16 e 20 deste mês. A participação dos Cines começa nesta sexta-feira, dia 18.

O material a ser exibido no Circuito Cine Mais Cultura é composto pelos 20 curtas selecionados para a Mostra Competitiva do Festival, obras com duração de 5 a 26 minutos finalizadas a partir de 2007, que representam Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Paraíba e Distrito Federal.

“A parceria entre o festival e os cines é mais uma forma de favorecer o encontro e a integração do público brasileiro com a produção audiovisual do país, um objetivo comum da ação Cine Mais Cultura e da rede Cultura Viva, que atua no âmbito da valorização e fortalecimento da diversidade cultural brasileira”, diz Bouillet.

O Festival Cine Cultura Viva é uma iniciativa do Grupo de Trabalho Audiovisual dos Pontos de Cultura e da Casa Verde/Cultura e Meio Ambiente, com apoio da SAv/MinC e da SCC/MinC, que pretende, ao incentivar a produção de ficção de curta metragem em formato digital, gerar maior visibilidade às realizações dos Pontos de Cultura e integrar produtores independentes.

Informações sobre as exibições do Circuito Cine Mais Cultura do Festival estão disponíveis em www.festivalcineculturaviva.com.br/circuito-cine-mais-cultura.html.

Fonte: http://www.cultura.gov.br/site/2009/12/16/parceria-com-o-festival-cine-cultura-viva-leva-a-recente-producao-de-curtas-a-cidades-de-todo-o-pais/

É tanta riqueza que nem carece de apoquentar o quengo.

Teia Ceará 2010

A partir de hoje (25), o 4º Encontro Nacional de Pontos de Cultura – Teia2010 – dá início a primeira fase de inscrição para representantes de Pontos de Cultura de todo o país. O formulário de pré-inscrição, que deve ser preenchido com dados básicos do Ponto de Cultura e do representante indicado, está disponível aqui.

A Teia 2010 deverá reunir a diversidade cultural brasileira em Fortaleza (CE), em março de 2010, com a presença de representantes dos cerca de 2.500 Pontos de Cultura – tanto os conveniados com o Ministério da Cultura, através do Programa Cultura Viva da Secretaria de Cidadania Cultural (SCC/MinC), quanto com os governos estaduais de todo o Brasil, através do Programa Mais Cultura.  Leia mais aqui.

“O maior evento plural da cultura brasileira” (Daniel Pádua, 2009)

A Teia 2010 deverá reunir a diversidade cultural brasileira em Fortaleza (CE), entre 26 e 30 de março de 2010, com a presença  de representantes dos cerca de 2.500 Pontos de Cultura participantes do Programa Nacional de Cultura, Educação e Cidadania – Cultura Viva. Estes pontos são conveniados com o Ministério da Cultura, através da Secretaria de Cidadania Cultural (SCC/MinC), e  com os governos estaduais de todo o Brasil – através do Programa Mais Cultura.

Dentre os objetivos do grande encontro nacional, que chega à sua quarta edição, está o fomento das redes de relacionamento e articulação institucional entre Pontos de Cultura, sociedade e governos, propondo um intercâmbio de saberes e experiências, além do fortalecimento do Fórum Nacional dos Pontos de Cultura em prol de marcos legais e da construção e desenvolvimento de  políticas públicas de cultura com foco na sustentabilidade dos projetos.

Realizada no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na capital cearense, a Teia2010 contará com uma ampla programação, como a Realização do III Fórum Nacional de Pontos de Cultura, seminários, painéis, debates, rodas de prosa, exibições audiovisuais, apresentações cênicas, exposições, feira de economia solidária e convivência e dezenas de apresentações artísticas, com a participação de convidados do Brasil, África, Europa e América Latina.

Considerando os benefícios da integração e do diálogo entre os objetivos e propósitos dos programas de política nacional de cultura, a articulação dos Pontos de Cultura torna-se ação fundamental para a formação, circulação e estruturação de bens e serviços culturais para as comunidades culturais brasileiras em toda sua diversidade.

Ela fortalece a participação democrática da sociedade civil – produtores e usuários – que necessita desenvolver eficiência e institucionalização para acompanhar a construção de um desenvolvimento permanente das políticas públicas de cultura para o Brasil.

Histórico

Conheça as edições anteriores da Teia:

Teia 2008

Teia 2007

Fonte: http://culturadigital.br/teia2010/sobre/