Não acredito, mas não duvido.

O Jumento Santo (Faculdade Barros Melo)

 

Crendices e Supertições

Acidente:

O galo cantar fora de hora, prenúncio de acidente. A mesma coisa acontece quando um beija-flor canta dentro de casa.

Agouro:

Se a pessoa abrir os braços na porta da casa ou cruzar as mãos e colocá-las sobre a cabeça, está agourando os pais.

Candeeiro na cabeceira da cama está agourando o doente.
Vindo um enterro, se o caixão do defunto parar em frente a uma casa, agoura alguém daquela família; idem se um besouro preto entrar numa residência.

Cachorro latindo de modo diferente do costumeiro está agourando o dono.

A galinha cantando como galo está agourando o dono da casa; um tamborete com os pés para cima, também.

Alma: 

Não se deve dormir de rede, pois as almas vêm balançá-la.

A dona da casa indo dormir sem lavar os pratos, as almas vêm lambê-los.

As almas vêm, de noite, buscar as boninas que estão nos jarros.

Se uma pessoa dá uma topada com o pé direito, é sinal de que as almas estão vagando.

Nos dias de sexta-feira as almas estão vagando.

As almas bebem os restos que ficam nas xícaras de café.

Quem passa pelos cemitérios, à meia-noite, vê visagem.

Se o cavalo ou burro não sair do canto, é que está a ver visagem.

Animais:

Papagaio que vê defunto não fala.

Quando se avista uma cobra, chama-se por São Bento e ela corre.

Caso uma mulher enguice uma cobra, o animal morre.

Assobiar de noite chama cobra.

Cachorro que tem boca preta morde defunto.

O cachorro, arrodeando três vezes a casa do dono, vai ficar doido.

Quando se quer fazer um boi ficar enfezado dá-se um nó na camisa ou então joga-se um punhado de sal no fogo.

Se a pessoa passar por cima de uma escama de peixe, cria peixe na barriga.

Todos os macacos têm sete cabelos de cão.

Se alguém pisar, com sal, numa cachorra, o animal nunca mais dá cria.

Se o sapo morder uma pessoa, somente larga quando o sino bater.

Anjo da Guarda:

Deixar a camisa toda abotoada dentro do guarda roupa prende o anjo da guarda.

Atraso:

Quem mata gato, beija-flor ou sapo tem sete anos de atraso; quem mata lavadeira ou urubu tem cinco.

Bater com um calçado no outro atrasa a pessoa.

Pimenta espalhada em casa atrasa a família.
Cupim dentro de casa atrasa o dono.

Dá azar:

Passar por baixo de escada ou construção.

Ver ou andar atrás de gato preto.

Ver galinha preta.

Fazer mudança na segunda-feira.

Morar em casa de numeração ímpar.

Colocar planta dentro de casa.

Varrer a casa da cozinha para a porta da rua.

Varrer a casa com vassoura não pertencente à família.

Levar candeeiro aceso de uma casa para outra.

Parar numa encruzilhada.

Guardar bombo ou pé de brilhantina dentro de casa.

Chinelo cruzado.

Achar um bilro fechado ou botão com quatro furos.

Viajar com padre em trem ou ônibus.

Fazer negócio em dia de segunda-feira.

Uma pessoa admirar uma coisa e não dizer “Benza-te Deus”.

Derrubar sal dentro de casa.

Queimar lixo na frente da casa.

Casamento: Não casa a mulher que:

Ir ao cemitério e não mudar a roupa.

Passar por baixo de escada.

Botar chapéu de padre na cabeça.

Pisar em rabo de gato.

Deixar varrer os pés.

Lavar os pés com sabão.

Pisar em corda que amarra cavalo.

Sinal:

Cravo branco na janela.

Encontrar cobras brigando.

Partir coco da Bahia bem certinho.

Avistar quatro urubus

Se a noiva comer na panela, chove no dia do casamento.

Se a noiva colocar Santo Antônio de cabeça para baixo dentro de um pilão, casa logo.

Se a grinalda da noiva cair, ela não é virgem.

Menina que brinca com flores casa cedo.

Quebrar louça na véspera do casamento dá sorte.

Quem escreve o nome do noivo no embainhado do vestido, casa logo.

A noiva não deve matar galinha na véspera do casamento.

Corpo aberto:

Um homem não pode passar por baixo de uma cerca com o chapéu na cabeça, porque fica de corpo aberto.

Também fica de corpo aberto quem passa por baixo de arame farpado, sem se benzer.

Sentar em cima de pilão faz ficar com o corpo aberto.

Coisas de amor:

Cair pimenta dentro de casa é sinal de que o casal vai brigar.

Se o homem estiver dormindo e a mulher enguiçá-lo, ele fica perdido de amores por ela e vice-versa.

Se o homem amado estiver distante, coloca-se o retrato dele de cabeça para baixo com perfume, a fim de prendê-lo.

Quando a casa estiver queimando lenha, e uma pessoa colocar a ponta da lenha no fogo, é sinal de o homem brigar com a mulher. A mesma coisa quando se leva um galho de pimenta para casa.

Quando o galo canta fora de hora, é moça roubada.

Se a mulher casada colocar um pente na cabeça, não é séria.

Se a mulher vestir camisa do marido, ele fica dominado.

Espelho quebrado, noivado acabado.

Se a moça, noite de Santo Antônio, colocar um pouco d?água dentro de um prato, à meia-noite o rosto do homem amado reflete-se na água

Se a mulher colocar um botão da roupa do marido na roupa dela, nada do que ele fizer dá certo.

Amarrar a medida da cintura do marido na cintura da esposa, tira as forças dele.

Criança:

Menino que carrega trempe urina na cama e não sente.

Menino que brinca com fogo faz xixi na cama.

Para menino deixar de chorar, bota-se farinha de mandioca debaixo do travesseiro.

Quando o menino bate na mãe, ao ser enterrado fica com a mão do lado de fora da cova chamando ela.

Para menino andar depressa, passa-se o joelho dele no rastro de um cavalinho.

Botar urupema na cabeça pára o crescimento.

Se uma criança deitar-se despida, o mal pode estar por perto e entrar no corpo.

Desastre:

Se a pessoa sair de casa com o pé esquerdo, acontece um desastre com ela.

Dinheiro:

Estatueta de elefante deve ficar com o rabo para a porta da rua, a fim de atrair dinheiro.

Coceira na mão esquerda é sinal de dinheiro.

A pessoa levar um corte é sinal de riqueza.

Quando o grilo canta na sala de visita é dinheiro que vai chegar.

Quando a pessoa leva um tombo, tem dinheiro enterrado no local onde cai.

Aranha com cinco pernas, fortuna perto.

Quando o menino nasce com o umbigo para baixo, é sinal de ser pobre.

Quem dá esmola através da janela fica pobre.

Esperança:

Se uma esperança verde pousar no ombro da pessoa, ela consegue obter aquilo que está desejando.

Achar lenço verde = esperança.

Faz mal:

Pessoa velha enguiçar criança.

Tomar café, e, logo após, pentear o cabelo.

Varrer casa de noite.

Cobrir-se com lençol pelo avesso.

Judiar com sapo.

Comprar sal de noite.

Comer cantando ou usando chapéu.

Costurar em dia de domingo.

Pentear o cabelo de noite.

Varrer casa quando o pai ou mãe viajar.

Sentar na porta da casa do vizinho e colocar a cadeira para dentro.

Tesoura aberta dentro de casa.

Deixar faísca com o gume para cima.

Andar com o candeeiro no meio da rua.

Ficar zarolho quando o galo canta.

Plantar norma.

Comer flor de coco.

Tomar banho sem se benzer.

Comer e não rezar.

Pular pela janela.

Comer com dinheiro em cima da mesa.

Acender cigarro em candeeiro.

Colocar candeeiro na porta da casa.

Bater em criança com peri-peri.

Emprestar sal, ou vendê-lo de noite.

Deixar prato quebrado dentro de casa.

Enfiar palito em sabão.

Mulher subir em fruteira.

Comer banana, abacaxi e beber água.

Comer tapioca e beber leite.

Comer banana e tomar leite.

Tomar café quente e, em seguida, beber água.

Chupar manga e tomar leite; a mesma coisa com relação ao caju.

Comer jaca e beber água ou leite.

Comer pirão escaldado e beber água.

Chupar cana e tomar leite.

Felicidade:

A abelha voando dentro de casa traz felicidade; a mesma coisa grilo antar, besouro bater na vidraça, pisar em pedra saliente.

Fome canina:

Quem mata galo de campina fica com fome canina. O mesmo para quem come canário ou garrincha.

Gravidez:

A mulher sentando-se em um balaio, o menino nasce morto.

Quem manga de mulher buchuda fica com terçol.

Se a mulher passar por baixo de arame de cerca, a criança fica atravessada.

Se a mulher grávida colocar uma flor ou folha no seio, a criança nasce com sinal correspondente.

A mulher grávida, sentando em batente de porta, tem um parto ruim.

Guerra:

Coruja quando quebra ovo é sinal de guerra.

Mau-olhado:

Tira mau-olhado um galho de pião roxo dentro de uma garrafa d’água.

Um vintém em cada canto da sala impede que o mau-olhado entre em casa.

Morte:

Quando se bota as mãos entre uma parede e outra, a mãe morre.

Quando a fogueira não pega, quem tentou acender morre.

Quando duas pessoas falam na mesma hora, morrem ao mesmo tempo.

Dizer que os dias estão passando depressa encurta o tempo de vida.

Quem varre casa de noite, morre.

Quem vai a um enterro e não chega ao cemitério, morre após uma semana.

Derramar café na toalha, luto.

Quem enterra um sapo, morre com três dias.

Botar vassoura em cima da casa, é morte certa.

Quando morre uma pessoa, não se varre a casa.

Quando a pessoa arma guarda-chuva dentro de casa, o pai ou a mãe morre.

Sapo dentro de casa é morte.

Quando o céu está enevoado, morre moça.

Quando as nuvens separam-se, quer dizer morte.

Fonte: http://recantodasletras.uol.com.br/visualizar.php?idt=372177

3 Comentários

  1. Tuga said,

    junho 7, 2009 às 9:09 am

    Que grande tanga, como é que um galo cantar fora de hora pode ser prenúncio de acidente e é moça roubada. Por amor de Deus só quem acredita nisto é que tem azar…. de ser tão burro… Passar no cemitério à meia-noite já fiz e não vi nada… quer dizer até vi… não, afinal não estava escuro xD…

    Ganhem juízo não efeitem a cabeça das pessoas…

    • Agência Vírgula said,

      junho 8, 2009 às 8:20 pm

      Caro(a) Tuga,

      Primeiramente agradecemos sua visita e respectivo comentário, porém este último por seu conteúdo, demonstra que o subtítulo da página não foi lido ou compreendido. Assim, o subtítulo da página é “Crendices e Superstições”, e os significados destas palavras, seguem abaixo:

      – Crendice: Crença popular sem fundamento; abusão.
      – Superstição: É uma crença irracional sobre a relação causal entre certas ações ou comportamentos e ocorrências posteriores.

      Cordialmente,

      Agência Vírgula

  2. rosana said,

    agosto 21, 2009 às 3:24 pm

    o que significa um beija flor entrar e morar dentro de casa?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: